Moda Desvendada – Museu FIT New York

Durante minha viagem a NYC tive a oportunidade de visitar a exibição sobre MODA DESVENDADA no museu do Instituto Fashion de Tecnologia – FIT. Fiquei encantada pela beleza e história do Inacabado. 

‘Moda desvendada’ não é a uma típica exposição de moda; Essa exposição Explora os papéis da memória e da imperfeição na moda, e também destaca a beleza em objetos imperfeitos, dada a precedência de roupas que foram alteradas, deixadas inacabadas ou desconstruídas.

During my trip to NYC I had the opportunity to visit the exhibition ‘FASHION UNRAVELED’ at the Museum of the Fashion Institute of Technology – FIT. I was charmed by the beauty and history of Unfinished pieces.

Fashion unraveled  is not your typical fashion exhibition. It explores the roles of memory and imperfection in fashion. The exhibition also highlights the aberrant beauty in flawed objects,  given precedence  to garments that have been altered, left unfinished or deconstructed.  

Vestígios de desgaste, bainhas encurtadas e remendos cuidadosos podem ser encontrados até mesmo em desenhos de alta costura. Essas alterações significam o valor econômico e emocional duradouro das roupas e, em alguns casos, desafiam o conceito de moda como uma mercadoria descartável, estritamente efêmera.

Traces of wear, shortened hemlines and careful mends can be found even on haute couture designs. These alterations signify the lasting economic and emotional value of clothing  and,  in some cases,  challenge the concept of fashion as a strictly ephemeral,  disposable commodity.

Designed and worn by Betsey Johnson, 1966 jumpsuit, it was cleverly remade from rugby shirts worn by the musician John Cale.

Nos últimos anos, no entanto, como o interesse pelas biografias dos vestuários cresceu, os historiadores de moda começaram a reavaliar os objetos imperfeitos. Estudos de itens específicos podem revelar histórias intrigantes sobre seus usuários e/ ou fabricantes, lembretes pungentes das relações profundamente pessoais e físicas que temos com nossas roupas.

Roupas inacabadas inicialmente podem não ver o valor de inclusão em uma coleção de museu, mas podem fornecer informações fascinantes sobre o processo de criação de moda.

In recent years, however, as interest in the biographies of garments has grown, Fashion historians have begun to reassess imperfect objects. Studies of specific items may reveal intriguing histories about their wearers and/ or makers, poignant  reminders of the deeply personal and physical relationships we have with our clothes. 

Unfinished garments initially may not seeing the worthy of inclusion in a museum collection, but they can provide fascinating insight into the process of making fashion.

Exposição fascinante e rica em detalhes! Nos proporciona uma viagem no tempo e nos faz refletir no uso, manutenção das nossas roupas e como temos apresentando nossa essência e identidade para o mundo através do que usamos. 

A exibição tem como curadora Colleen Hill e ficará disponível para visitas até dia 17 de Novembro de terça-feira a sexta feira, meio dia – 20:00 horas e sábados 10:00-17:00 horas, entrada franca. 

Fascinating exhibition and rich in details! It gives us a time travel and makes us reflect on the use, maintenance of our clothes and how we have presented our essence and identity to the world through what we wear.

The exhibition is curated by Colleen Hill and will be available for visits until November 17 from Tuesday to Friday, noon – 8:00 p.m. and Saturdays from 10:00 p.m. to 5:00 p.m., free admission.

fitnyc.edu/museum   –    Museum information line: (212) 217-4558 

Beijos & Be Colorful!

Deixe uma resposta