O que eu tenho aprendido… 

Nunca imaginei estar vivendo o que vivo agora e não estou me referindo a pandemia, estado de saúde do meu marido, trabalho, China…

Me refiro ao momento que estou vivendo, a nova Evelyn que fui capaz de inventar e ainda me surpreende todos os dias.

Ontem vi um post no Instagram que dizia: 

 “ Você não seria tão corajosa se só acontecessem coisas maravilhosas na sua vida.”

Até agora estou pensando nessa afirmação e no significado que ela tem pra mim. Eu prefiro viver acreditando que coisas maravilhosas acontecessem sim todos os dias, as vezes não com tanta frequência quanto os acontecimentos tristes, mas diariamente temos maravilhas acontecendo! Saiba reconhecer essas maravilhas na sua vida.

A primeira vez que soubemos do diagnóstico do meu marido, a mais de um ano atrás, eu fiquei em choque! Parecia que meu mundo tinha desabado, passei dias com ele no hospital e quando me olhava no espelho parecia um fantasma. Um ano depois descobrimos que a doença tinha voltado, que o tratamento seria mais intenso… Chorei tanto! Mas dessa vez prometi que seria diferente, afinal Nenhum problema é mais pesado do que aquilo que podemos suportar, e eu sempre soube que teria que enfrentar  coisas grandes na minha vida, Boas e também não tão boas. 

Começamos o tratamento a dois meses e meio, todo esse tempo meus dias tem sido divididos entre trabalho, visitas diárias ao hospital, cachorros e mais trabalho, e eu não tenho palavras para agradecer pelas maravilhas que tem acontecido nas nossas vidas! 

Sempre ouvi dizer como o câncer pode ser aterrorizante e devastador, mas na verdade qualquer situação e condição pode ser tão devastadora quanto! Tudo depende da maneira como você resolva enfrentar. E eu escolhi aprender, me tornar uma pessoa melhor, me reinventar e acrescentar mais coisas boas ao meu casamento, à vida do Márcio, às nossas vidas! Porque a vida meus amigos, a vida é tão rara! E aquele Saúde que dizíamos de maneira tão automática quando alguém espirra nunca foi tão sincero e carregado de fé! 

Nunca imaginei estar vivendo o que vivo agora, reconhecendo que cada momento é único, que discussões vazias são tão desnecessárias quanto aquelas birras em defesa do nosso ego. 

Aquele “Se Cuida” dito por alguém que amamos passou a substituir o abraço que nos falta, palavras nunca tiveram tanta força e poder como tem agora. 

Temos mais dois meses e meio de tratamento pela frente, mais dois meses e meio que eu vou agradecer pela minha dor de cabeça ser somente pelo meu cansaço e não por algum motivo mais sério, pela minha família estar saudável, pelas novas oportunidades que surgem em meio ao caos e pela incrível capacidade que temos de nos tornarmos pessoas melhores diariamente! 

Que saibamos reconhecer e agradecer as Maravilhas que nos acontecem diariamente 🙌🏼

Hoje depois que você ler esse texto eu gostaria que você pensasse em TUDO que você tem, nas pessoas que se preocupam com você, nas oportunidades diárias que vida te proporciona e nos abraços que você deixou de dar, porque no fim do dia o que conta mesmo é como a sua vida tem sido vivida.

Um forte abraço, se preocupe menos e ame mais ❤️

Evelyn, China 28 de Maio 2020.

 

2 comentários em “O que eu tenho aprendido… 

Deixe uma resposta